Farol Santander – Centro Cultural com a melhor vista de São Paulo

O Edifício Altino Arantes mais conhecido pelos paulistanos como Prédio do Banespa ou Banespão agora se chama Farol Santander, mas a mudança de nome não é a única novidade, o prédio foi revitalizado para se transformar no mais novo centro cultural de São Paulo, são vários andares que incluem opções de lazer, empreendedorismo, cultura, gastronomia e um novo mirante para observar São Paulo do alto, pra felicidade dos que estavam órfãos do mirante do Banespa desde que prédio fechou para reforma. Continue acompanhando para descobrir cada andar do Farol Santander e planejar sua visita.

Empire State Brasiliero

O Edifício Altino Arantes localizado no centro novo de São Paulo, perto dos principais pontos turísticos que marcam a história da cidade, foi construído em 1939 para abrigar a sede Banco do  Estado de São Paulo (Banespa), mas a sua inauguração aconteceu apenas 8 anos depois em 1947, sua arquitetura em arte decó lembra o Empire State Building, sendo que o famoso arranha céu de Nova York foi a grande inspiração do prédio do Banespa. 

Mesmo tendo menos da metade da altura do Empire Empire State Building, o Edifício Altino Arantes com seus 161 metros de altura e seus 35 andares já foi considerado a maior construção de concreto armado do mundo e o maior edifício da América do Sul até 1965, na cidade de São Paulo foi o prédio mais alto durante 18 anos, caindo atualmente para terceira colocação, ficando atrás do Mirante do Vale e o Edifício Itália apenas por alguns metros. 

Símbolo de um período de euforia econômica o Edifício do Banespa marca a transformação da cidade em grande centro financeiro após a prosperidade do setor cafeeiro, após mais de 70 anos de sua inauguração continua marcando a arquitetura da cidade, já seu nome em homenagem a Altino Arantes o primeiro presidente do banco, nunca pegou para os  paulistanos, que sempre chamaram o prédio de Banespa e mesmo com a extinção do banco o nome prevaleceu, agora vamos aguardar se o nome  Farol Santander vai realmente pegar.

Farol Santander – Experiências, memórias e uma vista incrível 

O Prédio do Banespa foi comprado em 2000 pelo banco espanhol Santander e até dois anos atrás a visita que era realizada no antigo mirante tinha sido suspensa e o prédio estava fechado para o público, foi quando o grupo Santander foi procurado pelo empresário e empreendedor cultura Facundo Guerra e pela Tatiana Wlasek da Storymakers, responsáves por projetos como o Mirante Nove de Julho e o Bar Riviera, com a ideia de reabrir o Prédio do Banespa como um novo centro cultural com diversas atividades para proporcionar experiências diversas. 

Durante esse tempo o prédio passou por uma restruturação para abrigar o Farol Santander e a visita ficou dividida em três grupos de andares, Memória, Experiências e Exposições.


Procurando hospedagem ?

Faça sua reserva pelo Booking por esse link, você não paga nada mais por isso e ajuda a manter o site sempre atualizado com as melhores dicas pra você. 


Hall do Térreo

O hall de entrada do Farol Santander é onde se inicia a visita, a decoração em art decó e o seu pé direito de 16 metros impressionam, mas o que chama mesmo a atenção é seu lustre de 13 metros que foi instalado em 1988 e possui 150 lâmpadas10.000 acessórios de cristais e pesa mais de uma tonelada. Parte do prédio, incluindo o hall, a caixa-forte e o mirante, são tombados  pela  CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo desde 2014.

No térreo também está localizado telões contando a história do Prédio do Banespa e também apresenta as atrações do novo Farol Santander, a bilheteria para comprar os ingressos também está localizado no hall, se estiver passando na entrada e quiser apenas conferir o hall a visita é livre, sendo cobrado ingresso apenas para os outros andares do Farol Santander

2º andar

A exposição do Espaço Memória é dividida em três andares (2º, 3º e 5º) e têm como objetivo levar o visitante a uma viagem na história do prédio do Farol Santander, ela se inicia no segundo andar em uma sala em forma de túnel toda espelhada onde passa um rápido vídeo contando a história do edifício, usando de  uma forma imersiva a tecnologia moderna pra relembrar o passado, depois do vídeo os visitantes são levados a uma pequena sala com telas que se iluminam ao toque e apresentam mais curiosidades do Farol Santander.

3º andar

Têm curiosidade em saber como era um banco na década de 50 ? No terceiro andar você vai encontrar mobiliário da época da construção e objetos pertencentes a Memória Institucional da Coleção Santander Brasil que estão em exposição para reproduzir guichês de banco e salas de atendimento, telas sensível ao toque permite simular a abertura de uma conta com juros e taxas da época, o som caraterísticos de uma agência bancária completam a experiência de volta ao passado.

4º andar

No 4º andar está localizado a exposição Vista 360º do artista paulistano Vik Muniz que presta uma homenagem ao prédio do Farol Santander por meio de painéis que lembram una vista 360º ao redor do prédio, o artista fotografou as imagens do 26º andar e reuniu em 6 painéis de 150×200 cm e 1 painel complementar de 100×2015 cm que foram montados com material reciclado da reforma.

5º andar

As salas do 5º andar é a última do Espaço Memória e a mais ostentosa, já que nesse andar é onde se encontra a antiga sala da presidência e a sala de reunião da diretoria que estão preservadas na sua composição original, destaque para os móveis feitos entalhados artesanalmente em jacarandá e produzidos pelo Liceu de Artes e Ofício, lustres da década de 50 também chamam a atenção.

Retratos pintados de todos os presidentes do Banespa estão expostos em duas salas, com a data de início e término no tão prestigiado cargo, destaque para o quadro do Altino Arantes que foi o primeiro presidente do Banespa em 1929 e que deu nome ao prédio e do quadro do Sérgio Rial atual presidente do Santander.


 Procurando aluguel de carro? Alugue com a RentCars 


8º andar

No 8º andar fica a Arena do 8 que é uma espaço de economia criativa para debater temas voltados para o empreendedorismo, inovação e cidadania, a curadoria é do Garimpos Soluções, os encontros acontecerão aos sábados a cada 15 dias das 11h às 15h, para participar basta comprar o ingresso para Debate + Mirante, o espaço comporta até 100 pessoas e nos outros dias é aberto para eventos. Confira aqui a programação dos próximos encontros.

21º andar

No 21º andar foi instalada uma pista de skate idealizada pelo skatista campeão Bob Burnquist, para aqueles que desejam ter uma experiência de praticar manobras nas alturas, para acessar a pista é necessário reservar hora ou marcar uma aula com um  professor particular, é obrigatório usar capacete e assinar um termo de autorização, para menores de idade os pais devem autorizar a visita, a pista possui vestiário e local para acompanhantes assistir as manobras.

A hora custa R$ 30 reais e clientes Santander têm desconto pagando R$ 27 reais, a aula particular custa R$ 200 reais, os ingresso podem ser comprados antecipados pelo site da Ingresso Rápido e quem não tiver equipamento pode alugar no local.

22º andar e 23º andar

Ambos os andares possuem 300 m² e são dedicados a exposições imersivas com temas sobre empreendedorismo, contemporaneidade e internacionalidade, serão 2 exposições a cada 100 dias, sendo uma nacional e outra internacional, contudo com a promessa de aberturas de novos espaços enquanto as ideias vão surgindo pode-se esperar aberturas de mais andares para exposições.

No 22º andar está em cartaz a exposição Diurna da artista Laura Vinci, que combina imagens de sombras de árvores projetadas nas paredes, onde também é possível brincar com o jogo de luz e sombras, esse andar ainda possui janelas com uma bela vista.

No 23º andar a exposição em cartaz é a instalação “O Dia que Saímos do Campo”, do coletivo russo TUNDRA, que conta com um jardim no teto com lasers que disparam e traz uma sensação de relaxamento e inquietação. Ambas as exposições ficam em cartaz até 4 de maio. Acesse aqui a programação. 

25º andar

Já pensou em se hospedar em um dos maiores cartão portais de São Paulo e com umas das melhores vistas da cidade ? No 25º andar do Farol Santander isso vai ser possível se você tiver disposto a pagar R$ 4.000 a diária, para ter a experiência de dormir no loft que têm 400 m² e foi projetado pelo escritório de arquitetura  franco-brasileiro Triptyque. O loft hospeda até 5 pessoas e também é alugado para eventos com capacidade para até 50 pessoas, o aluguel pode ser realizado pelo AirnbbClique aqui ver o loft no Airnbb.


Ganhe até R$ 100 na sua primeira hospedagem no Airnbb


Mirante do 26º andar

No 26 º andar fica o novo mirante do Farol Santander que é onde o visitante aprecia a vista maravilhosa e estratégica de São Paulo, o local foi todo reformado e conta com vidros de proteção para garantir a segurança dos visitantes, o mirante é acessado por dois terraços do lado esquerdo e direito do prédio, um destaque interessante é que no vidro é destacado os locais dos pontos turísticos onde possível avistar daquele ângulo.

Qual a diferença do mirante do 26º para o do topo ?

Além de não ser mais gratuito, a diferença é que não é possível ter aquela vista 360º, já que os mirantes se localizam em dois lados opostos, contudo é permitido ficar o tempo que quiser observando a vista e um número maior de pessoas podem ter acesso de um única vez, já que no antigo mirante era permitido apenas cinco minutos de permanência e um número limite de pessoas por vez.

São Paulo sendo a terra da garoa.

Pela dinâmica proposta para o novo Farol Santander concordamos que seria quase impossível manter a segurança e acessibilidade para o fluxo de pessoas que se espera receber no antigo mirante, mas a vista do 26 º  andar alguns metros abaixo não deixa nada a desejar.


Ficou curioso para saber como era a visita do antigo mirante do prédio do Banespa ? Confira a nossa visita acessando aqui.


Café do 26º andar

Pra completar a visita do mirante você pode tomar um blend exclusivo no Café Suplicy localizado no mesmo andar, que trouxe um blend especial chamado Café do Farol, contudo se quiser  mais do um café, o menu do almoço e das comidinhas  não decepciona, assim como os dos drinks. O ambiente busca resgatar a experiência da década de 40 na decoração  que conta com itens restaurados do prédio.

O menu executivo é servido durante a semana, com opção de três pratos (entrada, principal e sobremesa — R$ 48) e de dois pratos (entrada e principal ou principal e sobremesa — R$ 42), o menu foi elaborado pelo prestigiado chef Victor Dimitrow, do Petí Gastronomia, os pratos mantêm o estilo do chef com bastante presença de produtos frescos e variados, belas apresentações e sabores marcantes.

Nos finais de semana quem brilha é o brunch que pode ser pedido completo com nove pratos (R$ 85) ou mini com cinco pratos (R$ 65), estão incluso nos valores água e uma bebida a base de café.

Arte e Sucata

No Farol Santander estão espalhados objetos de uso cotidiano criado pelo artista Marcelo Stefanovicz com material considerado sucata que foi acumulado nos anos de existência do Prédio do Banespa, mesas, luminárias, bancos, cadeiras foram transformados em arte, não deixe de notar as obras espalhadas pelo Farol Santander


 Contrate seguro viagem com desconto na Seguros Promo


Ingressos para o Farol Santander

Os ingressos para o Farol Santander podem ser comprados separadamente por grupo de andares, apenas para o mirante ou ingresso que inclui a visitação em todos os andares, lembrando que a visita ao hall de entrada é gratuita. Os ingressos podem ser comprados na bilheteria que funciona das 8h00 às 16h00 ou no site da Ingresso Rápido. Os ingressos são vendidos por horário de 15 em 15 minutos das 09h00 às 19h00.

Os valores dos ingressos são:

Mirante: R$ 15 (inteira), R$ 7,50 (meia) e R$ 13,50 (cliente Santanter);

Visitação Completa: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e R$ 18 (cliente Santanter);

Espaço Memória + Mirante: R$ 17 (inteira), R$ 8,50 (meia) e R$ 15,30 (cliente Santanter);

Exposições + Mirante: R$ 17 (inteira), R$ 8,50 (meia) e R$ 15,30 (cliente Santanter);

Debate + Mirante: R$ 17 (inteira), R$ 8,50 (meia) e R$ 15,30 (cliente Santanter).

Localização do Farol Santander 

O Farol Santander está  localizado na Rua João Brícola, 24 à poucos minutos da estação São Bento do metrô na linha azul, o ponto de referência mais próximo é o Mosteiro São Bento e o Edifício Martinelli, a doceria Casa Mathilde está a poucos metros de distância. 

Funcionamento do Farol Santander

O Farol Santander funciona de terça a domingo das 09h00 às 19h00.

Site: https://www.farolsantander.com.br/


♦ Procurando Hospedagem? Faça sua reserva pela Booking 

♦ Contrate seguro viagem com desconto na Seguros Promo 

♦ Procurando aluguel de carro? Alugue com a RentCars 

♦ Ganhe até R$ 100 na sua primeira hospedagem no Airnbb ♦

♦ Ganhe até R$ 10 na sua primeira corrida com a Cabify com o código DEISYR8 ♦


Confira 12 Hostels Temáticos em São Paulo

10 passeios gratuitos para conhecer no centro de São Paulo

Aproveite 4 Passeios Gratuitos na Avenida Paulista

Guia das melhores sorveterias de São Paulo pra você conhecer

15 motivos para você amar São Paulo

10 coisas pra fazer no calor em São Paulo


 

Deisy Rodrigues

Viajante compulsiva, devoradora de livros, aspirante a cozinheira nas horas vagas e fotógrafa amadora, uniu umas das suas maiores paixões que é a cidade de São Paulo para reunir seu lado criativo, curioso e explorador e apresentar o que existe de melhor na paulicéia desvairada, mas sem deixar de lado outros destinos por onde passa.

6 thoughts on “Farol Santander – Centro Cultural com a melhor vista de São Paulo

  1. Adorei a dica! Anotada para a próxima ida a São Paulo. Muito interessante tantos ambientes (que lindo o trabalho do Vik Muniz!) em um único lugar, além de poder apreciar a vista de São Paulo. Show.

    1. Pois é Lulu agora além de ter uma vista maravilhosa da cidade também é possível curtir as outras novidades do Farol Santander e o trabalho do Vik Muniz tá muito lindo.

  2. oi Deisy… fiquei tão feliz quando soube que Banespa está vivo!! Adoro espaços assim culturais que preservam memórias e investem em arte. E este está me saindo melhor que a encomenda, com pista de skate e espaço para economia criativa. Isso sem falar na vista e no café! Pena que meu bolso rasinho não permita a hospedagem! rsrs

    1. Pois é Ana o Farol Santander procurou preservar a memória, mostrar exposições atuais e ainda olhar pro futuro, além de trazer de volta umas das vistas mais centrais para o público em São Paulo. A hospedagem já é para ricos e famosos, meros mortais ficam com a vista sem hospedagem.

  3. Deisy, AMEI seu post! Não tinha idéia dessa novidade. Vou tentar aproveitar minhas férias em SP este mês e já conhecer. Uma dúvida: para conhecer até o 21º andar é gratuito? Claro que para praticar skate é pago, mas se eu quiser só dar uma olhadinha em cada andar até lá? Rs.. 🙂 Ou você recomenda mesmo o pacote da visitação completa? Obrigada!

    1. Olá Nikki o único andar gratuito é o hall de entrada, em todos os outros é pedido o ingresso, mas como todos os ingressos completam o mirante você vai acabar passando pelo 21º andar de qualquer forma, é possível para aqueles que não vão usar a pista apenas a contemplação da entrada, que foi de onde eu realizei as fotos, mas recomendo a visita completa sim, as exposições estão bem interessantes sendo também uma maneira de conhecer melhor o prédio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *