7 Museus Gratuitos em São Paulo no Sábado 2024

museus-gratuitos-sp

Conhecer a lista de Museus Gratuitos em São Paulo no Sábado é essencial para aproveitar o roteiro cultural de final de semana na faixa em SP.

Separamos todos os museus e centros culturais que são pagos nos outros dias da semana mas contam com entrada gratuita no sábado.

Os ingressos gratuitos podem ser retirados no bilheteria ou reservados online de forma antecipada.

Confira na matérias todas as informações para visitar os Museus Gratuitos em São Paulo no Sábado.


Museus Gratuitos em São Paulo no Sábado 2024


Navegue no tópico abaixo para navegar em todos os 7 Museus Gratuitos em São Paulo no Sábado.

  1. Pinacoteca de São Paulo
  2. Pina Contemporânea
  3. Pina Estação
  4. Museu da Língua Portuguesa
  5. Museu de Arte Sacra de São Paulo
  6. Museu da Imigração de São Paulo
  7. Museu Judaico de São Paulo

Pinacoteca de São Paulo


A Pinacoteca é sem dúvida um dos museus gratuitos em São Paulo no sábado mais visitados na cidade.

No sábado o movimento de visitantes é grande, não se espante em encontrar filas para retirada dos ingressos gratuitos na bilheteria.

pinacoteca-de-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Fundada em 1905 pelo Governo do Estado de São Paulo a Pinacoteca é o museu de arte mais antigo da capital.

O seu acervo conta com cerca de 11 mil itens com foco na arte brasileira desde o século XIX até os dias atuais, as obras são divididas em diferentes categorias.

pinacoteca-de-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Na exposição permanente é possível conferir obra de grandes artistas brasileiros como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Candido Portinari e Lygia Clark.

Obras de artistas paulistanos também ganham destaque, entre elas as de Almeida JúniorPedro Alexandrino e Oscar Pereira da Silva.

pinacoteca-museus-gratuitos-em-são-paulo-no-sábado
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Além do acervo permanente em exposição a Pinacoteca de São Paulo apresenta diversas exposições temporárias durante o ano de artistas nacionais e internacionais.

No Jardim da Luz em frente ao prédio da Pinacoteca se encontra esculturas que fazem parte do acervo permanente.

pinacoteca-museus-gratuitos-em-são-paulo-no-sábado
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O prédio onde fica localizada a Pinacoteca de São Paulo é uma atração a parte, foi projetado por Ramos de Azevedo em 1897 para ser sede do Liceu de Artes e Ofícios.  

Na década de 90, o edifício passou por uma reforma com projeto premiado do arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha.

pinacoteca-de-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Funcionam ainda no prédio uma cafeteria com cardápio para almoço, loja, biblioteca e Centro de Documentação e Pesquisa.

Com localização estratégica em frente a Estação da Luz e o Museu da Língua Portuguesa e ao lado do Parque da Luz, possui fácil acesso de transporte público.


Informações para visitar na Pinacoteca (Pina Luz)


  • Horário de Funcionamento: De quarta a segunda das 10h às 18h (entrada até 17h). Na quinta o horário é estendido até às 20h (com entrada gratuita a partir das 18h e até ás 19h).
  • Ingresso: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira). Um único ingresso oferece acesso aos prédios da Pina Luz, Pina Estação e Pina Contemporânea.
  • A Pinacoteca de São Paulo é um museu gratuito no sábado e na quinta após ás 18h.
  • A venda dos ingressos é feita na bilheteria e online (com cobrança de R$ 2 de taxa).
  • Os ingressos gratuitos também podem ser reservados online.
  • É necessário ingresso para acessar a cafeteria, incluindo os dias com gratuidade.
  • Possui estacionamento com valet, sujeito a lotação. O valor é de R$15 na primeira hora e R$ 5 reais por hora adicional.
  • Localização: Praça da Luz, 2, Luz. A Estação Luz é a melhor forma de chegar de transporte público.

Pina Contemporânea


A Pina Contemporânea é a caçula dos prédios do Complexo Pinacoteca, foi aberto para o público em 2023, no local onde funcionava a antiga Escola Estadual Prudente de Moraes.

Em conjunto os prédios da Pina Contemporânea, Pina Luz e Pina Estação, são o maior museu da América do Sul e segundo maior da América Latina com 22.041 m².

É mais um museu gratuito em São Paulo no sábado, o mesmo ingresso gratuito permite entrada em todos os prédios e espaços expositivos do complexo.

O projeto sustentável é do escritório Arquitetos Associados, apresenta traços modernista com homenagem a reforma que a Pina Luz passou na década da 90.

pina-contemporanea
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Um dos destaques do projeto é manter parte da estrutura da antiga escola, o bloco mais antigo foi construído pelo escritório Ramos de Azevedo e o mais moderno na década de 50 com assinatura de do arquiteto Hélio Duarte.

A grande praça pública coberta, com 1.339,2 m² é um espaço de integração com o Bom Retiro e o Parque da Luz, o público pode acessar de forma gratuita nos dias de funcionamento do museu, o ingresso é solicitado apenas para visitar as exposições.

O espaço é voltado pra exposições temporárias em grandes formatos de diferentes formas de arte, também conta biblioteca de arte, atelier, centro de documentação e cafeteria.

pina-contemporanea-pinacoteca
Foto: Divulgação Pinacoteca de São Paulo

Conta com duas entradas de acesso, uma delas com conexão com o Parque da Luz e outra voltada para Avenida Tiradentes, próxima ao Metrô Tiradentes da Linha Azul.


Informações para visitar a Pina Contemporânea


  • Horário de Funcionamento: De quarta a segunda das 10h às 18h (entrada até 17h).
  • Ingresso: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira). O mesmo ingresso permite acesso aos prédios da Pina Contemporânea, Pina Luz e Pina Estação.
  • A Pina Contemporânea é gratuita no sábado.
  • Os ingressos gratuitos também podem ser reservados online.
  • A compra dos ingressos é realizada na bilheteria e online (com cobrança de R$ 2 de taxa).
  •  A entrada da Pina Contemporânea pelo portão do Parque da Luz é feita até 17h45. A passagem entre Pina Luz e Pina Contemporânea pelo Parque da Luz deve ser feita até 17h35.
  • Na segunda-feira a entrada pelo Parque da Luz é fechada pois ele não abre esse dia da semana.
  • A Pina Contemporânea não possui estacionamento. Mas é possível utilizar o estacionamento da Pina Luz e realizar o acesso pelo Parque da Luz.
  • Localização: Avenida Tiradentes, 273 – Bom Retiro. Proxímo ao metrô Tiradentes da Linha Azul.

Pina Estação


A Pina Estação está localizada no prédio do antigo Armazém Central da Estrada de Ferro Sorocabana, projetado em 1914 por Ramos de Azevedo.

pina-estacao
Foto: Divulgação Pinacoteca de São Paulo

Entre 1942 e 1983 o prédio onde se localiza a Pina Estação foi sede Departamento de Ordem Política e Social (DEOPS).

Todos os seis andares do prédio de cerca de 8.000 foi totalmente reformado em 2014 pelo arquiteto paulistano Haron Cohen, passando a receber exposições temporárias e os escritórios da Pinacoteca de São Paulo.

Além dos dois andares de salas de exposição conta um auditório, reservas técnicas e cafeteria.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

É mais um dos museus em São Paulo gratuitos no sábado, o mesmo ingresso pode ser utilizado para visitar a Pina Luz e Pina Contemporânea.

A Pina Estação divide suas atividades no prédio com o Memorial da Resistência de São Paulo, a entrada é gratuita na sua exposição permanente e temporárias localizadas no térreo.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O edifício faz parte do Complexo Cultural Júlio Prestes, que incluem a Sala São Paulo e a São Paulo Escola de Dança. Fica proxímo a Pina Luz e a Estação da Luz.


Informações para visitar a Pina Estação


  • Horário de Funcionamento: De quarta a segunda, das 10h às 18h (entrada até 17h).
  • Ingresso: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira). Um único ingresso garante visita na Pina Estação, Pina Luz e Pina Contemporânea.
  • A Pinacoteca Estação é um museu gratuito no sábado
  • Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria e online (com cobrança de R$ 2 de taxa).
  • É possível reservar os ingressos gratuitos online.
  • Conta com estacionamento pago com entrada pela Rua Mauá, 51. Funciona das 6h às 22h.
  • Valores do Estacionamento: Segunda a Sexta (R$ 16 até 3h e R$ 28 até 6h). Sábado e Domingo, (preço único de R$ 16 até 12h30, após 12h30, preço único de R$ 28).
  • Localização: Largo General Osório, 66 – Santa Efigênia.

Boulevard João Carlos Martins


Dentro da Estação da luz foi inaugurado em 2022 o Boulevard João Carlos Martins, é uma passagem para pedestre com elevadores e acessibilidade que leva diretamente ao Complexo Cultural Júlio Prestes.

Fazem parte do Complexo Cultural Júlio Prestes, a Sala São Paulo, Pina Estação, Memorial da Resistência e São Paulo Escola de Dança.

Em 2023 foi liberado no Boulevard João Carlos Martins um novo acesso exclusivo entre o Museu da Língua Portuguesa e Complexo Cultural Júlio Prestes.

O acesso a passagem pode ser feito de forma gratuita para quem faz conexão entre as linhas de metrô e trem na Estação da Luz.

Não existe bilheteria no sentindo Complexo Cultural Júlio Prestes para a Estação da Luz, é recomendado possuir bilhete e cartão de transporte carregado.


Horário de Funcionamento do Boulevard


Luz – Complexo Cultural Júlio Prestes

  • Segunda a sexta: Luz – Complexo Cultural Júlio Prestes das 6h às 23h30. Complexo Cultural Júlio Prestes – Luz das 6h às 00h.
  • Sábado e Domingo: Luz – Complexo Cultural Júlio Prestes das 6h às 23h30. Complexo Cultural Júlio Prestes – Luz: das 6h às 00h (somente para frequentadores do Complexo Cultural Júlio Prestes). Complexo Cultural Júlio Prestes – Luz: das 6h às 20h (público externo, entrada pela Rua Mauá).

Complexo Cultural Júlio Prestes – Museu da Língua Portuguesa

  • Sábado, domingo e feriados das 09h e 16h30.

O que fazer na Avenida Paulista


Museu da Língua Portuguesa


O Museu da Língua Portuguesa foi criado em 2006 no prédio da Estação da Luz com o objetivo de apresentar, valorizar e celebrar a língua portuguesa como um patrimônio imaterial e cultural dos seus falantes.

museu-da-língua-portuguesa
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Sofreu um grande incêndio em 2015, ele reabriu novamente suas portas para o público em 2021 depois de um projeto de reforma e restauro.

estação-da-luz
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O Museu da Língua Portuguesa desde a reinauguração voltou para lista dos museus gratuitos em São Paulo no sábado.

Nessa nova fase todo seu conteúdo expositivo tecnológico foi revisto e ampliado, trazendo também acesso a outros andares do prédio que não eram visitados antes pelo público.

museu-da-língua-portuguesa
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

São três andares com exposições imersiva e lúdicas, no primeiro e segundo são apresentadas as exposições permanentes e no térreo as temporárias.

Umas das novidades que público encontra desde 2021 é a visita no terraço, que fica perto do relógio da Estação da Luz com vista para ao Parque da Luz e Pinacoteca de São Paulo.

museus-gratuitos-em-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

A visita no terraço acontece após a apresentação de um filme temático no auditório e experiência imersiva na praça da língua​.

É necessário retirar senha para os horários disponível com vagas limitadas, no sábado as senhas são bem disputadas.

museus-gratuitos-em-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

No térreo do museu funcionam a loja oficial e uma cafeteria com acesso para todos que visitam a Estação da Luz, a cafeteria no terceiro andar (terraço)é acessada apenas pelos visitantes.

museus-gratuitos-em-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O Museu da Língua Portuguesa conta com entrada em frente a Pinacoteca de São Paulo e também pode ser acessado por dentro da Estação da Luz.


Informações para visitar o Museu da Língua Portuguesa


  • Horário de Funcionamento: De terça a domingo das 9h às 16h30 (permanência permitida até 18h).
  • Ingressos: R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira).
  • O Museu Museu da Língua Portuguesa é gratuito no sábado.
  • Os ingresso são vendidos online e na bilheteria do museu, com horário marcado pelo Sympla.
  • É possível reservar os ingresso gratuitos no sábado pelo site e aplicativo da plataforma de ingresso.
  • Não possui estacionamento próprio, porém na região se encontra estacionamentos pagos. Também é possível utilizar o estacionamento com valet da Pina Luz.
  • A Estação da Luz é atendida pelas Linhas Azul e Amarela do Metrô e também pelas Linhas Rubi e Coral da CPTM,
  • Localização: Estação da Luz (Portão A ) – Praça da Luz.

Museu de Arte Sacra de São Paulo


Museu de Arte Sacra de São Paulo fica em um dos prédio com arquitetura colonial tombado mais antigos da cidade, o Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz também conhecido como Mosteiro da Luz.

museu-de-arte-sacra-de-sao-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Criado em 1969 a partir de um convênio celebrado entre o Governo do Estado e a Mitra Arquidiocesana de São Paulo, ocupa desde 1970 a ala esquerda do térreo do mosteiro que foi reformada e a antiga casa do capelão.

A primeira construção no local foi uma capela construída no ano de 1579 em homenagem a Nossa Senhora da Luz.

museu-de-arte-sacra-de-sao-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O projeto inicial do mosteiro e da nova capela foi criado por Frei Galvão por volta de 1774 para receber a Ordem das Irmãs Concepcionistas, que apenas se instalaram no local em 1788.

É atualmente uma das pouca construções históricas da época colonial em São Paulo que mantêm seu uso original e sua arquitetura preservada.

museu-de-arte-sacra-de-sao-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O acervo de patrimônio sacro do Museu de Arte Sacra de São Paulo é um dos mais importantes do Brasil,  conta com cerca de 4 mil peças, parte dele pode ser conferido nas exposições permanentes e temporárias.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

No Complexo do Mosteiro da Luz também faz parte a Igreja de Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, Loja do Mosteiro e Núcleo Educativo do MAS.

As visitas nas exposições são gratuitas no sábado e permitem acesso ao jardim interno do museu. A visita na Capela Frei Galvão é acessada sem necessidade de ingresso.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

O Museu de Arte Sacra fica localizado proxímo ao Metrô Tiradentes da Linha Azul com fácil acesso para a Pinacoteca, Parque da Luz e Museu da Língua Portuguesa.


Informações para visitar o Museu de Arte Sacra de SP


  • Horário de Funcionamento: De terça a domingo das 9h às 17h (entrada até às 16h30).
  • Ingressos: R$ 6 (meia) e R$ 3 (inteira).
  • O Museu de Arte Sacra é gratuito no sábado.
  • A venda de ingressos acontece online pelo Sympla e na bilheteria do museu, com horário marcado.
  • Os ingresso gratuitos no sábado podem ser reservados online pelo site e aplicativo do Sympla.
  • Possui estacionamento gratuito pela Rua Dr. Jorge Miranda, 43 (sujeito a lotação).
  • Localização: Avenida Tiradentes, 676 – Luz. Fica próximo a Estação de Metrô Tiradentes da Linha Azul.

Museu da Imigração de São Paulo


O Museu da Imigração de São Paulo fica localizado no conjunto de prédios da antiga Hospedaria do Imigrante do Brás, que funcionou no local entre 1887 a 1978.

museu-da-imigração-de-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Seu objetivo é preservar as memórias dos imigrantes que passaram pela hospedaria e sua relação com a história de São Paulo, discutindo os processos migratórios passados e atuais.

É um museu gratuito em São Paulo no sábado, com gratuidade em todas as exposições em cartaz, tanto a permanente (Migrar: Experiências, Memórias e Identidades), como as temporárias.

museu-da-imigração-de-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

As funções da Hospedaria do Imigrantes era receber, acolher e encaminhar os imigrantes que chegavam em São Paulo para diversos postos de trabalhos no estado.  

Em seus 91 anos de funcionamento, abrigou cerca de 2,5 milhões de imigrantes de mais de 70 nacionalidades, origens e etnias.

museu-da-imigração-de-são-paulo
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Após o edifício ser tombado foi instalado no local o Museu da Imigração em 1993, que passaria a ser chamar Memorial do Imigrante em 1998.

No ano de 2010, o edifício da antiga hospedaria inicia um processo de restauro sendo novamente nomeado Museu da imigração.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

Ele foi reinaugurado em 2014 com espaços expositivos no prédio principal e acesso ao jardim, auditório, loja e cafeteria.

O novo museu além de novas instalações e espaços, também apresenta um nova proposta museológica para sua exposição de longa duração, com recursos tecnológicos e interativos.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Deisy Rodrigues/São Paulo Sem Mesmice

A Estação Ferroviária que os imigrantes chegavam na hospedaria foi restaurada e oferece um passeio de maria-fumaça administrado pela ABFP.

Fica localizado no bairro da Mooca, próxima a estação de Metrô Mooca-Bresser da Linha Vermelha do Metrô.


Festa do Imigrante


O Museu da Imigração promove anualmente a Festa do Imigrante em todo o complexo da Hospedaria de Imigrantes do Brás.

É apresentando uma programação cultural e gastronômica que celebra diversas culturas e regiões, com a participação de comunidades de imigrantes, migrantes, descentes e refugiados.

Confira mais informações de datas e ingresso no site do Museu da Imigração


Informações para visitar o Museu da Imigração de SP


  • Horário de Funcionamento: De terça a sábado das 9h às 18h. Domingo das 10h às 18h. Feriados funciona de de acordo com o dia da semana em questão. Entrada até às 17h quando fecha a bilheteria.
  • Ingresso: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia).
  • O Museu da Imigração de São Paulo é gratuito no sábado.
  • O projeto Vizinhos do Museu oferece gratuidade aos moradores do Brás e da Mooca.
  • Os ingressos podem ser comprados na bilheteria do museu e antecipadamente online pelo site do Sympla.
  • No sábado os ingresso gratuitos são retirados apenas na bilheteria física.
  • O valor do passeio de Maria Fumaça é de R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).
  • Não possui estacionamento mas conta com vagas limitadas em frente ao museu e estacionamentos pagos na região.
  • Localização: Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca. A estação de metrô mais próxima o é a Bresser-Mooca da Linha Vermelha.

O que fazer no bairro da Liberdade


Museu Judaico de São Paulo


O Museu Judaico de São Paulo conta com o maior acervo judaico do Brasil, compostos apenas por itens recebidos de doação.

Ele busca cultivar a histórias, memórias, tradições e valores da cultura judaica, dialogando com o Brasil, temas atuais e diferentes públicos.

museu-judaico-de-sao-paulo
Foto: Divulgação Museu Judaico de São Paulo/ Fernando Siqueira

Foi inaugurado em 2021 no Templo Beth-El, um prédio tombado que foi passou por uma reforma iniciada em 2004 para receber o museu, mantendo os traços originais do edifício.

Com estilo bizantino, a sinagoga foi projetada em 1928 pelo arquiteto Samuel Roder a convide de um grupo de imigrantes europeus.

museu-judaico-de-sao-paulo
Foto: Divulgação Museu Judaico de São Paulo

Apresenta duas exposições permanentes (Judeus no Brasil: Histórias traçadas e A vida judaica) e também exposições temporárias, unindo a cultura judaica, brasileira e arte contemporânea.

O Núcleo de Educação & Participação oferece diversas ações integradas com o museu, entre elas visitas mediadas, temáticas e teatralizadas, oficinas, contação de histórias, leitura com musicalização, cursos e muito mais.

museus-gratuitos-em-sp
Foto: Divulgação Museu Judaico de São Paulo

No Museu Judaico de São Paulo ainda se encontra uma cafetaria com um cardápio inspirado na culinária judaica e um lojinha com produtos oficiais e livros disponível para compras.

Entra na lista dos museus em São Paulo gratuitos no sábado para o público geral em consideração ao Shabat, o dia sagrado de descanso para os judeus. Também é gratuito no domingo.

museu-judaico-de-sao-paulo
Foto: Divulgação Museu Judaico de São Paulo

Fica localizado no bairro da Bela Vista, próximo a Rua Avanhandava e do Metrô Anhangabaú (Linha Vermelha), República e Higienópolis/Mackenzie (Linha Vermelha e Amarela).


Informações para visitar o Museu Judaico de SP


  • Horário de Funcionamento: Terça, quarta, sábado e domingo das 10h às 19h (entrada até ás 18h). Quinta das 12h às 19h.
  • Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$10 (meia).
  • O Museu Judaico de São Paulo é gratuito no sábado e domingo.
  • A venda de ingressos é feita na bilheteria e também online no site do museu.
  • Os ingresso gratuitos no sábado e domingo também podem ser reservados online.
  • Possui estacionamento conveniado na Rua Avanhandava, 65, no valor de R$ 15 por 3 horas. O ticket deve ser carimbado na bilheteria ou recepção do museu.
  • Localização: Rua Martinho Prado, 128 – Bela Vista. As estações de metrô mais próximas são a Anhangabáu da Linha Vermelha e também a República e Higienópolis/Mackenzie com conexão coma a Linha Amarela e Vermelha.

Direito a entrada gratuita nos Museus em SP


Além de serem museus gratuitos em São Paulo no sábado, cada um dos museus citados apresenta gratuidades para determinados grupos que se estende em todos os dias da semana.

Cada museu possui uma política de ingressos gratuitos única, dessa forma um grupo pode contar com gratuidade em um mas não em outro.

No site de cada instituição é possível confirmar toda a política de gratuidade.


Leia também



Utilize nossos links de afiliados sem custo algum e contribua pra manter o São Paulo Sem Mesmice atualizado com as melhores dicas pra você.

Procurando Hospedagem? Faça sua reserva pelo Booking

Reserve os melhores passeios na Civitatis

Faça sua cotação de aluguel de carro na Rentcars

Contrate seguro viagem com desconto na Seguros Promo


Roteiros de viagem no estado de São Paulo

Holambra/Itu/Guararema

Campos de Jordão/Santo Antônio do Pinhal

São Bento do Sapucaí/Cunha/São Roque

Atibaia/Ubatuba/Embu da Artes


About Deisy Rodrigues

Criadora, editora e fotógrafa do São Paulo Sem Mesmice, ama compartilhar experiências, escrever roteiros detalhados e inspiradores dos lugares por onde passa. É viciada em café, fã de musicais, apaixonada por gatos e adora descobrir lugares pra admirar o nascer/pôr do sol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *