Aproveite 4 Passeios Gratuitos na Avenida Paulista

A avenida paulista não é só a mais paulista das avenidas, ela é palco da efervescência multicultural da cidade, lugar onde tudo têm vez e onde todos se encontram, por isso nada mais natural que seja uns dos lugares mais visitados da cidade. Caminhar pela avenida paulista não custa nada, mas fique sabendo que existem atrações nela que  merecem muito mais que passar apenas em frente e como são gratuitas são um incentivo a mais para estar no seu roteiro.  Veja a lista com quatro passeios gratuitos na avenida paulista:

1) Casas das Rosas

O casarão remanescente da época do barões do café foi construído em 1930 pelo escritório de Ramos de Azevedo, o nome faz homenagem ao jardim  de rosas, que dizem era o maior e mais bonito da cidade, o nome do casarão oficialmente é Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, mas mesmo com a maioria das rosas sumindo o nome ficou.

A mansão em estilo clássico francês acomoda desde 1991 o centro cultural, que oferece eventos, cursos e exposições ligado a literatura, mas a principal atração é realmente o casarão que mantêm suas características arquitetônicas originais e seu lindo jardim. A Casas das Rosas é umas das paradas da linha de Ônibus Circular Turismo, se estiver usando a linha pode parar pra conhecer e se encantar.
 
Localização: Av. Paulista, 37  – São Paulo.
Funcionamento: De terça á sábado das 10h00 ás 22h00 e domingo das 10h00 as 18h00.
Entrada e atividades gratuitas.

 2) Itaú Cultural

 

O prédio do Itaú Cultural têm uns dos designer  arquitetônico mais singular da paulista e ainda abriga uns dos centros culturais de maior influência de São Paulo, que busca promover o melhor da arte brasileira. As atividades são sempre gratuitas e são inúmeras, exposições, shows, palestras, filmes, teatro, cursos e muito mais. 

A exposição permanente no Espaço Olavo Setúbal  ocupa dois andares do prédio e  reúne 1.364 obras das coleções Brasiliana e Numismática, que por meio de pinturas, gravuras, livros, mapas, moedas  e entre outros itens, cobrem cinco séculos de historia do Brasil. Pelo Google Cultural Institute é possível fazer a visita virtual pela exposição, também são aceitas visitas educativas em grupo que podem ser agendadas pelo site.  Antes de ir embora se  estiver com fome não deixe de passar na cafeteria e já aviso, deixe espaço pra sobremesa.

Localização: Avenida Paulista, 149 – São Paulo.
Funcionamento: De terça a sexta das 09h00 as 20h00, sábado, domingo e feriado das 11h00 as 20h00.
Entrada e atividades gratuitas (retirada de ingresso na bilheteria com duas horas  de antecedência da apresentação para publico preferencial e uma hora para o público geral).

 3) Centro Cultural Fiesp
 
O prédio da Fiesp é  sem dúvida uns dos maiores cartões portais da Paulista, projetado por Paulo Mendes da Rocha, um ícone da arquitetura modernista, junto com o Oscar Niemeyer são os únicos brasileiros a ganhar o Pritzker, considerado o “Nobel da arquitetura”.
 

O Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso é composto pela Galeria de Arte do Sesi-SP, o Teatro do Sesi – São Paulo e o Espaço Mezanino, ambos os  ambientes oferecem  atividades culturais gratuitas, que inclui espetáculos teatrais, de dança, shows, exibições de filmes e exposições. Uns dos seus maiores atrativos é a sua galeria digital que é apresentada na sua fachada por meio de lâmpadas leds, não é incomum andar pela paulista a noite e ver pessoas parando para admirar as projeções.   

 

Localização: Avenida Paulista 1313 – São Paulo.
Funcionamento: Galeria de Arte; diariamente das 10h00 às 20h00, Teatro, Mezanino e Galeria de Arte Digital, conforme as data e horários da programação. 
Entrada e atividades gratuitas (Os ingressos para apresentações no teatro devem ser agendados pelo Meu Sesi, nos dias 10 e 25 de cada mês a partir das 08h00 ou adquiridos na bilheteria se aina tiverem disponível no dia do evento).

 4) Parque Trianon

 

O Parque Trianon é um respiro de área verde na Paulista, com seus mais de 48 metro quadrados, possui espécies remanescentes da mata atlântica e espécies exóticas como a cabreúva, o palmito-jussara, palmeira-de-leque-da-china, jequitibá e ainda possui animais silvestres, como o saíra-amarela, sabiá-ferreiro,tico-tico, borboletas e mais de 25 espécies de aves, tudo isso bem no meio do coração de São Paulo.

O parque  foi projetado pelo paisagista frânces Paul Villon e o inglês Barry Parker sendo inaugurado em 1892, o nome Trianon é devido ao extinto Clube Trianon que se localizava onde hoje está o Masp, oficialmente se chama Parque Tenente Siqueira Ramos, mas se perguntar por esse nome duvido alguém reconhecer. Das 6h às 18h o parque disponibiliza  playgrounds, aparelhos de ginástica e a trilha do fauno (caminho de 11 estações que liga a Avenida Paulista a Alameda Santos). 

 

Localização: Altura do número 1500 da Avenida Paulista, em frente ao Masp, entrada também pela Rua Peixoto Gomide, 949. 
Funcionamento: Diariamente, das 06h00 às 18h00
Entrada Gratuita todos os dias.

EXTRA 

5) MASP

Impossível falar da Avenida Paulista  e não lembrar do Masp, o projeto arrojado da arquiteta Lina Bo Bardi marcou a arquitetura do século 20, com um vão livre que proporciona uma maravilhosa vista da região, além de ser um espaço público usado por todos. O Masp em  2008 passou a integrar o ” Clube dos 19″ que são os  19 museus com o acervo mais representativo da arte europeia do século XIX, que incluem Musèe d´Orsay, The Art Institute de Chicago, Metropolitan de Nova York, entre outros.

 

 

Entre os artistas presentes no acervo permanente estão Renoir, Monet, Manet, Cézanne, Van Gogh, Rafael, Bellini, Andrea Mantegna, Ticiano e entre outros, recentemente o Masp integrou novamente os cavaletes de cristais da Lina Bo Bardi, passando a apresentar as obras por ordem cronológica e não mais por representação artística, a proposta deixou o museu com uma representação totalmente diferente da conhecida.
 
 
 
O Masp não é gratuito todos os dias, mas nas terças feiras durante todo o dia a entrada é gratuita e nas quintas feiras das 17h00 às 20h00 também, então se quiser economizar aproveite esses dias.

 

Localização: Avenida Paulista, 1578 – São Paulo.
Funcionamento:Terça a domingo: 10h00 às 18h00 (bilheteria aberta até 17h30). quinta-feira: 10h00 às 20h00 (bilheteria até 19h30)
Entrada gratuita nas terça e na quinta quintas feiras das 17h00 às 20h00
Ingresso: R$30 (inteira)  e R$15 (meia-entrada).

Deisy Rodrigues

Viajante compulsiva, devoradora de livros, aspirante a cozinheira nas horas vagas e fotógrafa amadora, uniu umas das suas maiores paixões que é a cidade de São Paulo para reunir seu lado criativo, curioso e explorador e apresentar o que existe de melhor na paulicéia desvairada, mas sem deixar de lado outros destinos por onde passa.

9 thoughts on “Aproveite 4 Passeios Gratuitos na Avenida Paulista

  1. Já passei tantas vezes por aí… Gosto da paulista e de sua cara tão paulistana! 🙂 Já estivem nesses lugares, mas não sabia sobre o acervo permanente do MASP, ou seja, é para lá que eu vou em minha próxima visita à cidade! 🙂 bj

  2. Poxa é uma pena que o Jardim da Casa das Rosas ande meio mal cuidado. Lembro que antigamente era muito bonito. O espaço Itaú cultural e o MASP são meus locais favoritos nessas suas dicas.

  3. Apesar de morar perto, desde que o Léo nasceu nunca mais circulei por ela! Gostava muito de caminhar de ponta a ponta (e ia a pé até minha casa descendo a Augusta). Minha ùltima vez foi justamente dias antes do Leonardo nascer: alarme falso! Sai da Pro Matre e tentei caminhar entre uma contração e outra!
    Da tua lista, meu favorito é o teu bônus! Não tem como não amar o Masp! E o mais legal: o quadro das “Meninas de azul e rosa” de Renoir é o primeiro quadro que tenho recordações! Visitei o Masp pela 1° vez quando era criança e esse quadro me emocionou muito que nunca o esqueci! Tudo isso porque eu tinha um vestido de tricot muito parecido (e na minha imagem infantil, aquilo era lã e não tinta)!

    1. Amo caminhar na Paulista de ponta a ponta também, nossa muitas lembranças a Paulista traz pra você. O Masp tá no nosso coração não é mesmo? Todos têm uma obra preferida do acervo, a minha é o Canoa sobre o Epte do Monet, mas também adoro o Rosa e Azul do Renoir, meus dois preferidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *